Foi ainda durante a realização do Dakar 2017 que se começou a falar com mais alguma frequência no percurso da edição de 2018.  Na altura falou-se de um grande Dakar Trans-Americano (apenas América do Sul), mas que estaria ainda por decidir qual o sentido a prova: Se Sul-Norte ou se Norte-Sul.  O plano dos organizadores deveria incluir mais dois novos países na lista de países anfitriões do Dakar, e são eles o Equador e a Colômbia. E de regresso à rota deveria estar o Chile e o Peru, algo que iria ser  do agrado de muitos concorrentes, em especial aqueles que se têm manifestado algum desconforto com a configuração atual do rali.   A Argentina tem sido o país que tem sempre recebido a corrida e deveria logicamente continuar.
A poucos dias do anúncio oficial do percurso de 2018 vão surgindo informações e talvez algumas especulações.  Uma das mais recentes dá conta de que o Dakar não irá percorrer as pistas chilenas, para tristeza dos fãs, mas sobretudo dos pilotos que gostariam de ver mais deserto na prova.  Terão de facto chegado a existir contactos entre a organização e o governo do Chile para que o rali regressasse ao deserto do Atacama.  Porém ao que tudo indica não terá sido alcançado o acordo, sobretudo financeiro, que permitisse ao rali voltar ao Chile, pois o Governo terá recusado pagar a verba exigida pela ASO, entidade organizadora da prova.
As hipóteses faladas na altura do Equador e da Colômbia parecem também descartadas, com a rota do Dakar 2018 a estar configurada apenas no Perú, Bolívia e Argentina.
Na próxima quarta feira, dia 22, todas as duvidas serão dissipadas.
 

HTTP://pecasAUTO24.pt

www.AUTOpecas-ONLINE.pt

ZONA ESPETACULO

VIDEOS DE TODO O TERRENO