Piloto português tem sido “cabeça de cartaz” ao longo das primeiras etapas, abrindo o percurso na frente do pelotão concorrente.

A terceira etapa do Dakar 2017 trouxe as primeiras dificuldades da prova com a passagem da caravana pelos quase 5.000 metros de altitude num dia que ficou marcado por um total de 780 quilómetros entre San Miguel de Tucumán e San Salvador de Jujuy, 364 dos quais disputados ao cronómetro. Paulo Gonçalves voltou a assumir claro destaque e mantém um lugar no pódio final.
O piloto português da Honda oficial foi o terceiro concorrente a entrar para a pista e acabaria por abrir o percurso nos quilómetros iniciais, apenas com um ligeiro atraso na busca por um dos “waypoints” da tirada. Gonçalves totalizou um tempo de 4h40min01s ao longo da “especial” cronometrada, que lhe valeu a quinta posição do dia a 16min20s do vencedor e colega de equipa, Joan Barreda.
Na classificação geral Paulo Gonçalves mantém o terceiro lugar, agora a 13min42s do novo líder, o espanhol Joan Barreda Bort.
A quarta etapa acresce de novo dificuldades de altitude à edição de 2017 do Dakar, com uma “especial” contínua de 416 quilómetros a contrarrelógio entre San Salvador de Jujuy e Tupiza, já com a caravana a dar entrada na Bolívia.

Paulo Gonçalves:

 “Hoje foi um dia bastante longo com alguma exigência ao nível de navegação. Os primeiros 40 ou 50 quilómetros foram bastante duros e tive de ser eu a abrir a pista nessa altura. Perdi algum tempo a localizar um waypoint, mas rapidamente me senti capaz de continuar e de chegar ao final sem quaisquer problemas. O importante é que tudo está bem para a etapa de amanhã que é somente a quarta deste longo e difícil rali.”



Comunicado Oficial

HTTP://pecasAUTO24.pt

www.AUTOpecas-ONLINE.pt

ZONA ESPETACULO

VIDEOS DE TODO O TERRENO