Alexandre Franco e Rui Franco estiveram em plano de evidência na Baja TT do Pinhal, prova na qual a dupla da Scuderia Goldentrans/DURA chegou a passar pela liderança.
Debaixo de intenso calor e com o piso tradicionalmente duro, a Baja TT do Pinhal iniciou-se na sexta-feira, com a caravana do Campeonato Nacional de Todo o Terreno a ter pela frente dois prólogos. No primeiro a dupla alenquerense não foi feliz, pois acabaria por perder cerca de meio minuto no pó de um concorrente. Na segunda passagem Alexandre e Rui Franco começaram a evidenciar-se, cotando-se como os terceiros mais rápidos, ascendendo então ao quarto posto.
No segundo dia os concorrentes teriam pela frente dois duros sectores selectivos na região da Sertã, Oleiros e Proença a Nova. Ainda nos primeiros cento e noventa quilómetros do SS1, a dupla do BMW Evo X1 chegou a liderar a contenda com cerca de dois minutos de avanço para os então segundos classificados, quando um furo tudo mudou. O sistema hidráulico falhou e uma troca de pneu que demoraria em média pouco mais de dois minutos, acabaria por acontecer em bem mais que dez minutos, fazendo-os cair para o quinto posto. Apesar de ter entrado no último sector completamente ao ataque, Alexandre e Rui Franco acabariam por não conseguir melhor que o quarto posto final (terceiro nas contas do Campeonato), registando um fantástico segundo tempo no derradeiro sector selectivo.
No final da prova, o piloto que conta com os apoios da Goldentrans e da DURA Automotive Systems dizia que 

“foi uma corrida muito disputada e em condições super difíceis. Agora já com mais quilómetros feitos no carro, o à vontade vai surgindo a cada quilómetro. Esta é igualmente uma prova que gosto muito e onde a condução faz a diferença. Pela primeira vez liderámos uma corrida à geral e foi muito bom passarmos por essa situação. Apesar de não contarmos com um motor á altura da concorrência, o carro teve uma prestação fantástica”.

Alexandre Franco contou que

 “na primeira passagem pelo prólogo apanhámos o concorrente que partiu à nossa frente, pois estava com problemas. Isso limitou-nos a prestação, mas na segunda passagem fomos os terceiros mais rápidos. Penso que teria sido a nossa verdadeira ordem de partida para o dia seguinte, contudo, e começando com um ritmo forte, vimos o João Ramos parado e depois a estrada tapada pelo Ricardo Porém, também ele com uma avaria. Parámos para ajudar e retomámos a corrida, assumindo a liderança em CP2. Nessa altura tínhamos cerca de dois minutos de avanço para o segundo, ainda que só no final nos tenha sido creditado o tempo que estivemos parados. Infelizmente ao km 130 o nosso sonho ruiu, pois, um furo e consequente avaria no sistema hidráulico dos macacos. No final do sector estávamos verdadeiramente desgastados em virtude das altas temperaturas, mas no segundo sector e já tivemos uma prestação isenta de qualquer problema e fomos os segundos mais rápidos. Queria aproveitar ainda esta oportunidade para agradecer a todos os que nos apoiaram no fim-de-semana. Foi super motivante ver todos a torcer por nós. Muito obrigado”.

Em virtude do adiamento da Baja TT Rota do Douro, o Campeonato Nacional de Todo o Terreno regressará agora no segundo fim-de-semana de Setembro, com a realização da Baja TT Idanha a Nova.



Comunicado Oficial

HTTP://pecasAUTO24.pt

www.AUTOpecas-ONLINE.pt

ZONA ESPETACULO

VIDEOS DE TODO O TERRENO