Piloto português ocupa o 20.º lugar da tabela geral classificativa aos comandos de uma KTM 450 Rally da equipa oficial austríaca.

A quinta de doze etapas que compõem a edição de 2017 do Rali Dakar ligou Tupiza a Oruro, na Bolívia, com uma “especial” cronometrada de 447 quilómetros que acabaria por ser encurtada no final do primeiro troço devido ao mau tempo que danificou a segunda parte do percurso do dia. Mário Patrão acabou por ser o 12.º mais rápido desta quinta etapa e ascendeu ao 20.º lugar da tabela geral.

O piloto português da KTM viria a parar a sua corrida para assistir Ivan Jakes, tendo mais tarde a organização creditado o tempo de 17min05s que Patrão parou no auxílio ao piloto eslovaco, acabando assim a “especial” a 27min33s do vencedor do dia e colega de equipa, o britânico Sam Sunderland.

Na geral o piloto beirão ascende ao 20.º lugar a 1h45min14s do líder.

Mário Patrão:

“Está a ser uma prova de loucos, bastante difícil. Para mim a edição mais difícil até ao momento. Ao mínimo erro estamos fora de prova, com graves lesões! Hoje mesmo acabei por perder algum tempo da minha etapa para socorrer um piloto caído com um pulso fraturado. Quero continuar em prova, sinto que estou a fazer um bom trabalho com a equipa oficial KTM e espero assim manter-me até ao final.”



Comunicado Oficial

HTTP://pecasAUTO24.pt

www.AUTOpecas-ONLINE.pt

ZONA ESPETACULO

VIDEOS DE TODO O TERRENO