Decorreu ontem, dia 22 de Junho ao final da tarde, no Café In em Lisboa, a Conferência de Imprensa de apresentação da 10ª Edição do Rali Africa Eco Race, que irá decorrer entre os dias 29 de Dezembro de 2017 e 14 de Janeiro de 2018.
René Metge, Director da prova, apresentou os traços gerais da prova e as novidades da 10ª edição do rali.
As verificações administrativas e técnicas terão lugar na cidade francesa de Menton na quinta e sexta-feira, dias 29 e 30 de Dezembro de 2017. A partida oficial, será dada no Principado do Mónaco junto à marina que faz parte das boxes do circuito da Formula 1, no final da manhã do dia 31. A caravana segue depois em direcção a Sète, onde se efectuará o embarque no ferry-boat que irá transportar toda os participantes do rali até Nador.
A travessia do Mediterrâneo, decorrerá ao longo de duas noite e um dia, proporcionando  a todos os concorrentes, assistências e equipa de organização, um excelente momento de convívio e a oportunidade de festejar a passagem de ano.
Durante a travessia, terá lugar o muito importante briefing geral, e será dada a formação sobre os equipamentos de navegação e segurança, que os concorrentes irão utilizar durante o rali.
A chegada a Nador está prevista para a madrugada do dia 2 Janeiro de 2018, de onde,  após um excelente pequeno almoço marroquino oferecido pelas autoridades locais, será dada a partida para a primeira etapa.
De 2 a 6 de Janeiro, serão disputadas as 5 etapas em Marrocos. René Metge deu a conhecer em detalhe o percurso das etapas marroquinas, que percorrerá algumas pistas já conhecidas de edições anteriores, mas também novas e espectaculares pistas.
O dia de descanso será uma vez mais na praia de Dakhla junto ao Oceano Atlântico, num  fantástico bivouac instalado na praia, onde os concorrentes poderão descansar e recuperar os seus veículos.
Na Mauritânia serão disputadas seis etapas, duas das quais em boucle (com início e final no mesmo bivouac).
Uma dessas boucle, constituirá uma das novidades desta edição, as 500 Milhas da Mauritânia.
No final da especial do dia, os veículos em competição entram em parque fechado, de onde só sairão no dia seguinte para a partida da especial.
Desta forma, concorrentes e assistências permanecem juntos no mesmo bivouac, mas o facto de não haver assistência ou ela ser feita a contar para o tempo de prova, poderá levar a significativas alterações nas classificações.
Após a última noite no bivouac em St. Louis já no Senegal, no cumprimento da tradição, e após uma especial de 25 km na praia, a chegada desta grande aventura terá lugar uma  uma vez mais no mítico Lago Rosa em Dakar, no dia 14 de Janeiro de 2018.
René Metge fez referência ainda aos bivouacs, instalados em plena natureza e longe dos hotéis, mas com todas as comodidades, onde o convívio entre todos os participantes é uma realidade.
O Director de prova, explicou que a questão da segurança, é prioritária para a organização. Com uma equipa médica de 20 pessoas, um hospital de campanha, 3 helicópteros medicalizados, 6 viaturas 4X4 medicalizadas entre outros meios, desenvolve todos os esforços para que nenhum concorrente seja deixado para trás, permitindo que continuem a participar na prova até ao final O objectivo da organização não é excluir os concorrentes, mas sim levá-los até Dakar, permitindo à maioria realizar um sonho e viver uma extraordinária aventura humana.
Em termos de participantes portugueses, já está confirmada a 9ª participação da piloto Elisabete Jacinto com o seu renovado MAN TGS do Team Bio-Ritmo. Na categoria Moto já estão inscritos os pilotos Sebastian Buhler, Rui Oliveira e Pedro Oliveira, todos em Yamaha, bem como João Rolo em KTM. Também já foi anunciada a participação da marca portuguesa AJP com a nova moto PR7 entregue ao piloto Henrique Nogueira. Existe ainda a possibilidade da participação na categoria Auto dos pilotos Alejandro Martins e Paulo Ferreira.
René Metge anunciou também a participação na categoria camião, do Team Iveco De Rooy, acompanhado de mais equipas holandesas, que a juntar à equipa oficial da Kamaz, aos Trata checos bem como à equipa de Elisabete Jacinto, faz antever uma corrida muito competitiva nesta categoria.
Em termos de inscrições, além do regresso anunciado dos concorrentes participantes nas últimas edições, os primeiros pedidos de inscrição recebidos em grande número, foram na sua quase totalidade de novos concorrentes.
De referir ainda um aumento exponencial de inscritos na categoria dos SSV (UTV), e a criação de uma nova classe na categoria Moto, motos com mais de 700 cc bicilindricas.


Comunicado Oficial
 

HTTP://pecasAUTO24.pt

www.AUTOpecas-ONLINE.pt

ZONA ESPETACULO

VIDEOS DE TODO O TERRENO