Noticias

Rómulo Branco na grande final mundial

Categoria: Todo o terreno nacional
Publicado em 22 outubro 2014

Piloto luso angolano apostado em subir ao pódio

 
O piloto luso angolano Rómulo Branco vai participar de 30 de Outubro a 1 de Novembro na Baja 500 Portalegre, a derradeira jornada da Taça do Mundo de Todo-o-Terreno e também do Campeonato de Portugal da modalidade, a competição que elegeu como sua aposta desportiva para esta temporada de 2014 e onde ocupa o 3º lugar.
A Baja 500 Portalegre é uma prova mítica, a mais antiga competição portuguesa da modalidade, que se realiza ininterruptamente desde 1987. Para Rómulo Branco, que se irá apresentar aos comandos de uma Toyota Hilux e acompanhado pelo seu habitual navegador João Serôdio, esta será uma jornada extremamente importante.
No ano em que se estreou aos comandos de uma máquina da classe rainha do TT e a disputar corridas onde participava pela primeira vez, Rómulo Branco subiu ao pódio em quatro das cinco corridas já disputadas, pelo que quererá seguramente voltar a fazê-lo em Portalegre, no âmbito da competição nacional, embora nesta jornada organizada pelo ACP a concorrência seja claramente mais forte do que na restante temporada. 
Mas a Baja 500 Portalegre marca também o regresso de Rómulo Branco a uma etapa Mundial de TT. No ano passado o piloto luso angolano discutiu, na prova alentejana, o título mundial T2, de onde saiu com o título de vice-campeão. Este ano, foi na prova italiana de abertura do mundial que Rómulo Branco se estreou aos comandos da sua nova máquina, a Toyota Hilux, com a qual arrancou, na altura, um lugar no Top 10. Uma prestação excelente tendo em conta a enorme diferença entre pilotar uma máquina T2, muito próxima de um TT de série e um T1, um todo-o-terreno concebido para competição.
A Baja 500 Portalegre, que irá receber alguns dos melhores pilotos mundiais da atualidade e vários com máquinas idênticas à do piloto luso angolano, permitirá ainda a Rómulo Branco ficar com uma noção mais exata da sua evolução nesta sua primeira temporada em que se apresentou aos comandos de um T1.

"A Baja de Portalegre é o grande momento da temporada. É uma prova excelente que se apresenta sempre com uma moldura humana espetacular e onde se juntam os melhores pilotos de Portugal e do TT mundial", salienta o piloto luso angolano Rómulo Branco que acrescenta: "Vamos para esta Baja 500 Portalegre apostados, como sempre, em dar o nosso melhor, em fazer uma prova isenta de erros, não deixando de imprimir um andamento forte que nos permita lutar por um dos lugares de pódio em termos de Campeonato de Portugal. Por outro lado, esta prova vai-nos permitir avaliar evolução que tivemos com esta nova máquina desde a Baja Itália e dar-nos indicações mais precisas quanto a um eventual regresso às competições mundiais da modalidade"

A Baja 500 Portalegre inicia-se com as verificações documentais e técnicas que terão lugar na 5ª feira, dia 30 de Outubro. No dia seguinte terá lugar a primeira etapa, com a realização da super especial prólogo. No Sábado, primeiro dia de Novembro, os concorrentes irão enfrentar uma etapa com partida e chegada a Portalegre, composta por dois troços cronometrados distintos com 200,41 e 212,61 quilómetros, respetivamente.
 
Mais informações sobre a prova em www.bajaportalegre500.com 
 
Press Rómulo Branco / A2 Comunicação
 

BAJA DE PORTALEGRE PROMETE SER UMA DAS MAIS DISPUTADAS DOS ÚLTIMOS ANOS

Categoria: Todo o terreno nacional
Publicado em 22 outubro 2014
 
TAÇA DO MUNDO E CAMPEONATO NACIONAL EM DISPUTA NA PROVA DO ACP
FILIPE CAMPOS REGRESSA À COMPETIÇÃO.
 
Já é conhecida a lista de participantes na Baja Portalegre 2014, e depois de alguns dias de muita especulação eis finalmente que todas as duvidas são esclarecidas e podem os fãs e seguidores da prova ficarem extremamente satisfeitos pois, pois a avaliar pela lista de inscritos, tudo indica que vamos ter uma das mais bem disputadas provas da era recente da clássica do todo o terreno nacional e internacional.
 
DESFEZ-SE O MITO DA PEUGEOT.
Nas últimas semanas surgiu como hipótese credível a participação da Peugeot com o 2008 DKR na Baja de Portalegre.  Alguns responsáveis e outros elementos da equipa assumiram essa possibilidade, e houve até alguém de dentro que se mostrou muito interessando em correr nas pistas do Alentejo.  
Na verdade, face aos planos de participar no Dakar 2015, esta seria a última boa hipótese da equipa se confrontar com alguns dos seus rivais, no caso a Mini e a Toyota antes de embarcar rumo à América do Sul.
Olhando agora para a lista, confirma-se que de facto, a Peugeot não deverá estar presente.
 
FILIPE CAMPOS REGRESSA À COMPETIÇÃO
Esta é uma das grande surpresas que a lista de inscritos vem relevar. Desde que a Yser Racing Team parou com a competição que Filipe Campos também não voltou a competir mais.  
Campos regressa agora ao volante de um Mini, não o que anteriormente conduziu mas uma versão mais recente, e não será de estranhar que face ao seu conhecimento das pistas e do carro seja de imediato um sério candidato à vitória final,  colocando todos os interessados nos pontos sob pressão.
 
RICARDO POREM NA LUTA PELO TITULO COM UM MINI ALL4 RACING
Esta é uma das outras surpresas que hoje foi finalmente revelada.  Ricardo Porém, que habitualmente conduz um Proto DePieres decidiu atacar forte para esta última prova na tentativa de conseguir assegurar o título de campeão nacional de TT.
O jovem piloto de Leiria, está de facto numa posição privilegiada, pois necessita apenas de pontuar, ao passo que o seu único rival nesta luta – Miguel Barbosa, tem obrigatoriamente que vencer e esperar que Ricardo Porem fique pelo caminho.
A pressão está assim toda sobre os ombros de Miguel Barbosa, cuja única opção é vencer.  E que para complicar tem o regressado Filipe Campos em excelente condição para lhe roubar pontos.
Quanto a Ricardo Porem, a sua “inexperiência” com o Mini não deverá ser grande problema.  São conhecidos dos dotes de condução deste jovem piloto, os quais aliados a uma excelente máquina deverão ser suficientes para terminar bem classificado e conseguir assim o seu primeiro título.
Há no entanto que deixar aqui uma pequena ressalva de que não há vencedores antecipados obviamente.  A Baja Portalegre é “apenas” a mais exigente de todo o campeonato, com muitos quilómetros onde a organização incluiu  de tudo um pouco, e só no fim é que se podem fazer as contas.
 
TAÇA DO MUNDO DECIDE-SE EM PORTALEGRE
Também a taça do mundo ter a sua conclusão na Baja de Portalegre, com Vladimir Vasilyev e Nasser Al-Atttyiah a lutar pelo triunfo.
Ao longo de toda a época o piloto Russo assumiu como objetivo  a conquista do Troféu.  Já quanto a Al-Attiyah inicialmente parecia não ter isso como objetivo, mas face aos resultados que foi conseguido, a luta pelo título de taça do mundo passou a fazer parte da sua agenda.
Mas ao passo que Vladimir Vasilyev se manteve de pedra e qual ao volante do Mini, Nasser Al-Attiyah experimentou tudo quando havia para experimentar minimamente competitivo:  Em Espanha apareceu com o HRX Ford de Erik Wevers (o mesmo que deverá usar em Portalegre), na Húngria e na Polónia conduziu uma Toyota Overdive e em Marrocos conduziu um Mini.
A sua participação com um Mini em Marrocos terá até gerado algum mal estar junto do Russo, que sentiu que não estaria a ter a atenção que deveria por parte da X-Raid agora que tinha Nasser como piloto.
A situação pós Marrocos lançou duvidas sobre qual a maquina que Nasser iria usar em Portalegre e não só, pois embora não tenha sido publico, também Vasilyev terá considerado quais as opções em aberto visto a sua insatisfação.
A especulação e as dúvidas chegam agora ao fim, com Vladimir Vasilyev a apresentar-se com um Mini All4 Racing,  e com Nasser Al-Attiyah a regressar ao volante do HRX Ford de Wevers.
 
MAS HÀ MAIS… MUITO MAIS
Esta Baja de Portalegre tem muitos e bons pilotos inscritos com boas máquinas.  Tentar adivinhar o Top 3 desta prova é tarefa para o melhor dos bruxos
Todos os pilotos que já referimos - Filipe Campos, Ricardo Porem, Miguel Barbosa, Vladimir Vasilyev  e Nasser Al-Attiyah são candidatos á vitória. 
Neste quinteto apenas Filipe Campos está isento de qualquer pressão.  Não tem nada para discutir a não ser a prova, e pode andar o que quiser e muito bem entender.  Os outros, em maior ou menor grau têm que andar … e muito.  E as pistas de Portalegre não são exatamente as mais dóceis de todas, preparadas para colocar K.O. qualquer um deles.
Quer isto dizer que de um momento para o outro podem outros pilotos assumir lugares de destaque, e a lista de candidatos é quase infindável.  Do lado dos Portuguese Rómulo Branco, Rui Sousa, Nuno Matos, João Ramos e Pedro Grancha parecem em teoria os que mais possibilidades têm de andar pelos lugares da frente, embora existam mais.
Do lado dos estrangeiros a coisa é mais complicada, pois são muitos os pilotos rápidos mas todos eles menos habituados às nossas pistas, embora alguns deles sejam já presença regular em Portalegre.  Só para mencionar alguns:  Boris Gadasin, Reinaldo Varela, Miroslav Zapletal, Bernard Tem Brinke, Marek Dabrowski entre outros, são nomes que não nos surpreenderão se aparecerem nos lugares de destaque.
 
Seja como for, a Baja de Portalegre vai uma vez mais ser uma grande corrida, ao melhor nível, e muito interessante de acompanhar.  Os dados estão lançados, que vença o melhor.
 

Lista de inscritos no evento AUTO FIA disponivel no site oficial

Lista de inscritos no evento NACIONAL disponivel no site oficial

 
Todoterreno.pt / RISE Network
 

Pág. 1 de 625

16 DE NOVEMBRO

 

 

X-ADVENTURE TOURS - UMA NOVA FORMA DE VISITAR CORUCHE.

X-ADVENTURE TOURS

Parceiros

LOGO_TEREPRALI.jpgLOGO_LP_RACING.jpgLOGO_16_VALVULAS.jpglOGO_RALLYRAID_NET.jpgLOGO_MAIS_TT.jpglOGO_RISE_MEDIA.jpgLOGO_X_ADVENTURE.jpgLOGO_FEDIMA.jpglOGO_RALLYRAID_ES.jpgLOGO_NUNO_MATOS.JPGLOGO_OFFROAD_4X4.jpglOGO_SOLYOM_TEAM.jpgLOGO_NUNO_MATOS.jpg