Noticias

Varela e Gugelmin começam entre os primeiros em Portugal

Categoria: Todo o terreno nacional
Publicado em 31 outubro 2014
 
Os brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin (Divino Fogão / Blindarte / Temp Clean / Tecmin / Ibis / Itamotors) foram um dos destaques do primeiro dia do Baja Portalegre 500, em Portugal, última etapa do Campeonato Mundial de Rally Cross Country. Nesta sexta-feira (31/10) eles ficaram com o quarto tempo entre as 49 duplas inscritas de todo o mundo.

“Foi um prólogo bom, de nível altíssimo. Pegamos poeira do carro da frente, o que nos deu uma pequena atrapalhada e impediu que ficássemos em terceiro”, considerou Reinaldo Varela, que ocupa a sétima posição no certame mundial, mesmo não participando de quatro etapas. 

O Prólogo de 5,52 km em Portalegre, na região do Alentejo, divisa com a Espanha se mantém igual ao de edições anteriores, que os brasileiros conheceram em 2012, quando venceram este Baja em sua categoria, e ficaram em terceiro na Geral no ano passado.

“Está bem concorrido aqui, dos dez primeiros são oito marcas de carros diferentes. A prova vai ser bem acirrada, mas estamos preparados para isso”, comentou o navegador Gustavo Gugelmin.

Neste sábado (01/11) será o dia de todas as decisões. Os carros terão pela frente duas Especiais seletivas, a primeira pela manhã de 200,4 km, conhecida como Volta Sul, com partida e chegada em Portalegre, e à tarde outra de 212,6 km, chamada de Volta Norte, partindo do Crato e a chegada, como sempre, em Portalegre, onde já se aglomera um público imenso, estimado durante todo o percurso em mais de 250 mil pessoas. A prova passará também pelos Concelhos de Gavião, Ponte de Sor, Alter do Chão, Avis, Fronteira e Sousel. 

“As Especiais são bem técnicas, em estradas estreitinhas e cercada de muros dos dois lados, em chão batido, com pedras. Passaremos no meio de várias vilas e cruzamos bastante o asfalto. É uma prova que a gente sempre se dá bem”, conclui o navegador catarinense. 

 

Al-Attiyah vence o prólogo

Categoria: Todo o terreno nacional
Publicado em 31 outubro 2014
 

Miguel Barbosa é o melhor português

 
Apostado em vencer a Baja Portalegre 500, Nasser Al-Attiyah começou da melhor maneira a sua participação nesta edição ao vencer o prólogo. O piloto do Ford HRX entrou muito forte e estabeleceu o tempo de 4m35,83s. Quem esteve praticamente ao mesmo nível foi Miguel Barbosa. O campeão nacional perdeu apenas 0,7s e ficou na segunda posição. O terceiro tempo foi para Ricardo Porém. O jovem de Leiria está na discussão do campeonato e, para já, perdeu 6,71s para Al-Attiyah.
A prova foi disputada com o piso totalmente seco. O piloto do Qatar foi o segundo a ir para a pista e bateu o seu rival e líder da Taça do Mundo, Vladimir Vasiliev por quase 30 segundos. Contudo, esta diferença explica-se pelo toque que o russo deu com o Mini e que resultou na roda traseira danificada. Ainda assim, o piloto mantém-se em competição apesar de não ido além do 21º tempo.
Mais equilibrado foi o duelo entre os pilotos que disputam o título nacional. Barbosa, em Mitsubishi Racing Lancer, ganhou vantagem mas Ricardo Porém, que corre com um Mini All4 Racing, ficou a apenas seis segundos de distância. Tendo em conta que qualquer um precisa de superar o outro para ser campeão, antevê-se um despique emocionante ao longo dos cerca de 400 quilómetros que os concorrentes nos automóveis têm pela frente amanhã.
Logo a seguir terminou o brasileiro, Reinaldo Varela, que ficou a 6,8s de Al-Attiyah na Toyota Hilux e Boris Gadasin colocou o seu G-Force Proto no quinto posto. João Ramos, que regressa à competição em Portalegre e se estreia aos comandos de uma Hilux, ficou com o sexto tempo a 10,93s do mais rápido. Filipe Campos, que também está de volta após três anos de interregno, não foi além do décimo registo com o Mini.
Na categoria T2, o já campeão nacional, Alexandre Franco, foi o melhor. O português bateu Eduardo Mota e o russo, Andrey Rudskoy. No evento exclusivamente nacional, Hélder Oliveira foi o mais forte e bateu Lino Carapeta por 4,1s. Na terceira posição ficou o regressado à competição, Luís Dias.
 

Nasser Al-Attiyah escolheu ser o primeiro na pista

O regulamento da Taça do Mundo FIA de Ralis de Todo-o-Terreno define que os dez mais rápidos no prólogo escolhem as posições em que vão sair para os sectores selectivos de amanhã.
A ordem de saída é a seguinte: Nasser Al-Attiyah, Ricardo Porém, Miguel Barbosa, Reinaldo Varela, Boris Gadasin, João Ramos, Marek Dabrowski, Rómulo Branco, Filipe Campos e Nuno Matos.
Amanhã, os concorrentes têm cerca de 400 quilómetros pela frente divididos por dois sectores selectivos. O primeiro piloto a sair para a pista arranca do parque fechado às 6h45 e tem a partida para o primeiro sector às 7h15.
 
Press ACP Motorsport
 
 

Pág. 1 de 652

PASSEIO TT 16/11

 

 

X-ADVENTURE TOURS - UMA NOVA FORMA DE VISITAR CORUCHE.

X-ADVENTURE TOURS

Parceiros

LOGO_X_ADVENTURE.jpgLOGO_NUNO_MATOS.JPGLOGO_16_VALVULAS.jpgLOGO_OFFROAD_4X4.jpgLOGO_MAIS_TT.jpglOGO_RISE_MEDIA.jpgLOGO_FEDIMA.jpglOGO_RALLYRAID_NET.jpgLOGO_NUNO_MATOS.jpglOGO_RALLYRAID_ES.jpgLOGO_TEREPRALI.jpgLOGO_LP_RACING.jpglOGO_SOLYOM_TEAM.jpg