Rally-Raid Portugal 2024: João Ferreira ganha tempo a Nasser Al-Attiyah

 Totalmente disputada na Estremadura espanhola, a especial terminou com João Ferreira a aproximar-se do líder e cinco vezes vencedor do Dakar, Nasser Al-Attiyah, que ainda assim parte para os arenosos 100 quilómetros da derradeira etapa em boa posição para assegurar a vitória. Tosha Schareina também continua líder nas motos.

Amanhã, os concelhos de Grândola e de Alcácer do Sal prometem ser invadidos por uma multidão de entusiastas. É a derradeira oportunidade para verem muitas das estrelas que têm feito a história mais recente do Dakar, como Carlos Sainz, Nasser Al-Attiyah, Sébastien Loeb, nos carros, ou Ross Branch, Adrien van Beveren, Pablo Quintanilla, Skyler Howes, nas motos; ou ainda portugueses como João Ferreira, Armindo Araújo, António Maio e Bruno Santos, que têm rivalizado com os melhores do mundo.

Hoje, a penúltima etapa da prova organizada pelo Automóvel Club de Portugal (ACP) foi cumprida do outro lado da fronteira. Um percurso de 208 quilómetros cronometrados, desenhado a sul da cidade espanhola de Badajoz.

João Ferreira a 2m41s de Nasser Al-Attiyah. Pódio em aberto

À partida da derradeira etapa e quase 1.000 quilómetros ao cronómetro depois, escassos 2m41s separam Nasser Al-Attiyah (Prodrive) de João Ferreira (Mini), os dois primeiros classificados da classificação. Hoje, o português foi o quinto mais rápido da especial, recuperando 1m58s ao piloto do Catar. "Conseguimos imprimir um ritmo forte e ganhar tempo ao Nasser, que é o nosso adversário direto. Por outro lado, a vantagem que temos para o Carlos não é nada... porque é o Carlos Sainz! Mas estou muito contente", resumiu o leiriense.

Nasser Al-Attiyah, o oitavo mais rápido do dia, admitiu: "Abrimos a estrada e tentámos não perder muito tempo. Por isso, foi um dia OK e estamos satisfeitos por terminar a etapa sem problemas. Vamos ver como será amanhã."

Com o quarto melhor do tempo, Carlos Sainz ascendeu ao derradeiro lugar do pódio, a escassos 59 segundos do colega de equipa da Mini, João Ferreira. O espanhol, bicampeão do mundo de ralis e quatro vezes vencedor do Dakar, afirmou "Foi um bom dia. Atacámos o máximo que era possível."

Uma excelente luta em perspetiva, também com a companhia de Lucas Moraes. O brasileiro parte para a derradeira etapa de amanhã a apenas oito segundos de Sainz. Hoje, o piloto da Toyota reconheceu: "Especial bem legal, com menos água. Deu para andar bem. Claro que estamos na disputa pelo top 3 da geral, portanto não dá para exagerar. Vamos lá acelerar amanhã!"

Sem hipóteses de lutar por um lugar no pódio, Yazeed Al-Rajhi ocupa o 5º lugar da geral, tendo hoje somado importantes pontos para o W2RC, com a vitória na etapa. “Andámos 40 quilómetros a tentar ultrapassar outro piloto, que nunca facilitou a manobra. Quando finalmente conseguimos, aumentámos o ritmo e conseguimos ganhar a especial." 

Entre os Challenger, nova vitória de Rokas Baciuška, com o lituano a beneficiar de uma penalização de 5 minutos atribuída a Ghislain de Mévius. O piloto do Can-Am é o atual sexto classificado da geral e o líder da categoria, perseguido pelos portugueses Armindo Araújo e Ricardo Porém, ambos em Can-Am.

O jovem sul-africano Saood Variawa (Toyota) foi um dos primeiros a marcar o ritmo na categoria Ultimate, mas foi penalizado por três infrações por excesso de velocidade no terceiro dia. Os Comissários Desportivos decidiram impor uma penalização de duas horas e uma desclassificação suspensa, desde que não houvesse mais infrações, mas o sul-africano decidiu abandonar antes da partida, na sequência de problemas mecânicos.

Já João Monteiro aumentou a liderança nos SSV e manteve o 14º lugar da geral. Ainda na categoria, referência para os pilotos inscritos em W2RC, com o espanhol Ricardo Ramilo a continuar a ocupar o segundo lugar e a liderança no W2RC, depois dos problemas técnicos do líder do campeonato, Yasir Seaidan, na sexta-feira.

Amanhã, é o dia de todas as decisões do bp Ultimate Rally-Raid Portugal. A última etapa é disputada em dois setores seletivos. O primeiro, de 98,18 quilómetros, é 90 por cento percorrido em estradões de areia rápidos, enquanto o segundo, com 3,05 quilómetros de extensão, é literalmente disputado ao lado do Parque de Feiras e Exposições de Grândola. Uma especial-espetáculo que vai consagrar os vencedores e onde são esperados milhares de espetadores, com transmissão direta pelo canal SportTV, a partir das 12h15.

Foto: Imagens Desportivas

Comunicado Oficial