Equipe X Rally Team "doma o monstro" do Jalapão

Equipe X Rally Team "doma o monstro" do Jalapão

 

Os “caçadores” mostraram a que vieram. Os Prodrive Hunter (caçador, em inglês) trazidos pela equipe X Rally Team foram a sensação da edição 2023 do Rally Jalapão, um dos mais difíceis do país. Mais do que isso, a equipe dominou a prova nas três categorias mais velozes na disputa entre os carros: a T1+, a T1 FIA e T1 Brasil.

A vitória no geral ficou com Marcos Baumgart/Kleber Cincea. Foi o quinto título de Baumgart na prova: ele já venceu o evento uma vez entre as motos e quatro entre os carros; em 2022, ele também foi o vencedor, mas tendo Beco Andreotti como seu navegador. Em segundo, a dupla formada por Cristian Baumgart e Andreotti, pouco mais de três minutos atrás no acumulado de tempos após quatro etapas.

“Foi importante termos corrido aqui com os dois Hunter. Acho que esta foi uma das poucas vezes que viemos sem preocupação com resultado. O objetivo aqui era mesmo testar os carros, acelerar o nosso processo de aclimatação com estas máquinas e também acerta-los para as características do terreno brasileiro”, disse Marcos. “Só que na hora que começa a contagem regressiva para a largada, você esquece tudo e quer ganhar. Felizmente, eu e o Kleber alcançamos este objetivo junto da equipe. Foi uma disputa sensacional”, afirmou.

Em sua estrutura, a equipe X Rally Team alinha com mais seis tripulações entre os carros. Na classe T1 FIA estão as duplas Dan Nacif/Fred Buditkievitz e Gunter Hinkelmann/Daniel Spolidoro; na T1 FIA Brasil, o time traz Pedro Prado/Josi Koerich, Rodrigo Ache/Luís Felipe Eckel, José Silmar Nogueira/Alisson Antunes, e Adroaldo ‘Major’ Weisheimer/Breno Resende, todos com as X Rally Rangers produzidas na sede da equipe em São Paulo.

A X Rally Team venceu também na classe T1 Brasil com Rodrigo Ache/Luís Felipe Eckel. Eles terminaram a prova na terceira posição geral e ainda venceram a primeira especial do rali. A dobradinha da equipe na categoria foi completada por José Silmar/Alisson Antunes, dupla que terminou em sexto no geral.

Já na T1 FIA, vitória de Gunter Hinkelmann/Daniel Spolidoro. A dupla terminou em quarto na soma de todos os carros e também lideraram dobradinha na classe tendo Dan Nacif/Fred Budtikevitz em segundo.

Um fantástico esforço de equipe. Um rali difícil, muito disputado, e com todos os integrantes da equipe muito comprometidos em entregar o melhor a pilotos e navegadores. Um esforço coletivo que, mais uma vez, rende frutos. O Rodrigo (Ache) e o Felipe (Eckel) foram impecáveis na prova, assim como o Gunter (Hinkelmann) e o Daniel (Spolidoro). Já da nossa parte, muito importante ganhar essa quilometragem com o Hunter na preparação para o Sertões. O carro respondeu muito bem ao terreno e, como sempre, foi um prazer correr o Jalapão”, destacou Beco Andreotti, navegador e CEO da equipe X Rally Team.

O próximo compromisso do time é o Sertões, que acontece de 11 a 19 de agosto partindo de Petrolina (PE) a Jericoaquara (CE).

A prova terá um total de quase 1.280 quilômetros em quatro dias, com as etapas somando 843 quilômetros de trechos cronometrados. A programação se inicia já nesta terça-feira (20) com a disputa do prólogo que definirá a ordem de largada de carros, motos e UTVs. Na quarta-feira (21), a caravana deixa a capital Palmas rumo ao coração do Jalapão, na cidade de Mateiros, para fazer uma parada de duas etapas em São Félix do Tocantins; então, no sábado (24), o retorno a Palmas.

 

Comunicado Oficial

Related Articles

We use cookies

We use cookies on our website. Some of them are essential for the operation of the site, while others help us to improve this site and the user experience (tracking cookies). You can decide for yourself whether you want to allow cookies or not. Please note that if you reject them, you may not be able to use all the functionalities of the site.